Internação Compulsória de Dependente Químico é necessária?

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a dependência química é uma doença do tipo crônico, que acomete indivíduos a partir do uso de drogas lícitas ou ilícitas e caracteriza-se por gerar sintomas capazes de reincidência se não houver muita força de vontade de cura do próprio dependente químico e apoio de familiares e profissionais da saúde.

Diferente do que alguns setores da sociedade e pessoas desejam fazer, não se pode tratar uma pessoa usuária de substância(s) psicoativa(s) como criminosa, é importante ver a situação da maneira como se faz com doentes: dando início à tratamento com equipe multidisciplinar.

Ainda que o indivíduo comece a usar drogas por vontade própria, a dependência química é uma realidade e pode afetá-lo a qualquer momento. Ele até pode identificar o vício, mas tratar a situação como algo normal e até mesmo bom para a vida é o que geralmente acontece.

Os entorpecentes não são classificados como psicoativos a toa. O crack, por exemplo, envia sinais ao cérebro em poucos minutos e dá sensação de prazer, tranquilidade, força, entre outras. Entretanto, essas experiências são apenas o começo de algo que pode levar o usuário à perder o autocontrole e aquela convicção que se tinha de “Quando quiser eu paro”. Neste cenário, o vício passa a não pertencer às vontades do usuário.

Como é possível identificar a dependência química?

O médico realiza exames de imagem e, por meio deles, detecta alterações físicas em partes do cérebro responsáveis por ações práticas, cognitivas e comportamentais. Determinadas mudanças tornam o uso de entorpecentes algo compulsivo, conduzindo a pessoa a atitudes que podem prejudicar a si própria e a terceiros.

A perda do autocontrole devido à doença mental provocada pela dependência química gera a necessidade de colocar o futuro do indivíduo nas mãos de outras pessoas. Ao entrar nesse estágio da patologia, faz-se preciso a família entrar com recurso para tratá-lo contra sua vontade, método conhecido por internação involuntária. Para isso, um médico psiquiatra realiza a consulta para gerar um laudo atestando a necessidade da intervenção.

Agora, há casos, em especial de pessoas em situação de rua, que a solução de tratamento fica por conta de medidas mais firmes. O dependente químico é encaminhado à internação compulsória após uma autorização judicial, podendo ser avaliado já dentro da clínica ou comunidade terapêutica.

Levando isso em consideração, voltemos à pergunta inicial deste artigo:

Internação Compulsória de Dependente Químico é necessária?

Existe uma parcela da população que contesta esta forma de intervenção médica por pensar nela como violação à cidadania, ao passo que a internação compulsória ocorre sem o voluntariado do dependente químico e, às vezes, contra sua vontade.

Por outro lado, há quem aposta na internação compulsória como um jeito de impedir que o usuário afete a própria vida. Mas em situações assim coloca-se um adendo: encaminhar a pessoa a um centro de recuperação de uma hora para outra está longe de ser a solução. É preciso analisar caso por caso e identificar o porquê aquela enfermidade está atingindo-o daquela forma.

A doença acomete a vida do indivíduo rapidamente, por longo tempo e, ainda que ele passe por algum tratamento, há probabilidades de recaídas. Dá-se isso devido ao fato de o cérebro captar facilmente algum acontecimento que o satisfaça como a droga fazia, mas médicos já tiveram a comprovação de que é sim possível driblar crises de recaída.

Com a internação compulsória, o psicodependente ficará longe de situações, lugares ou pessoas fazendo uso de drogas e inclusive estará seguro. Por certo não é um método para acabar com o problema do vício, porém, durante um tempo longe de entorpecentes e recebendo o apoio de equipe multidisciplinar preparada, fica mais fácil visualizar a reabilitação e a ressocialização.

Confira os detalhes da nossa estrutura

Nossa estrutura
Nossa estrutura
Nossa estrutura
Nossa estrutura
Nossa estrutura
Nossa estrutura

Como posso iniciar a mudança?

Prezamos sua privacidade. Fale diretamente com nosso expert. Não perca esta chance! Estamos a uma mensagem de distância

Quero iniciar meu tratamento
Quero iniciar meu tratamento

Regiões de atendimento

  • Aclimação
  • Bela Vista
  • Bom Retiro
  • Brás
  • Cambuci
  • Centro
  • Consolação
  • Higienópolis
  • Liberdade
  • Luz
  • Pari
  • República
  • Santa Cecília
  • Santa Efigênia
  • Vila Buarque
  • Brasilândia
  • VerdeImirim
  • Lauzane Paulista
  • Tremembé
  • Vila Gustavo
  • Centro
  • Consolação
  • Higienópolis
  • Liberdade
  • Luz
  • Pari
  • República
  • Santa Cecília
  • Santa Efigênia
  • Vila Buarque
  • Água Branca
  • Alto da Lapa
  • Freguesia do Ó
  • Jardim Bonfiglioli
  • Perdizes
  • Pirituba
  • São Domingos
  • Vila Sonia
  • Bairro do Limão
  • Alto de Pinheiros
  • Jaguaré
  • Lapa
  • Perús
  • Raposo Tavares
  • Sumaré
  • Barra Funda
  • Butantã
  • Jaraguá
  • Pacaembú
  • Pinheiros
  • Rio Pequeno
  • Vila Leopoldina
  • Aeroporto
  • Campo Belo
  • Capão Redondo
  • Cidade Jardim
  • Interlagos
  • Jabaquara
  • Jardim Europa
  • Jardim São Luiz
  • M'Boi Mirim
  • Parelheiros
  • Santo Amaro
  • Vila Andrade
  • Água Funda
  • Campo Grande
  • Cidade Ademar
  • Jardins
  • Moema
  • Pedreira
  • Saúde
  • Vila Mariana
  • Brooklin
  • Campo Limpo
  • Vila Buarque
  • Cidade Dutra
  • Ibirapuera
  • Itaim Bibi
  • Jardim América
  • Jardim Paulistano
  • Jockey Club
  • Morumbi
  • Água Rasa
  • Artur Alvim
  • Cidade Tiradentes
  • Guaianazes
  • Jardim Iguatemi
  • Parque do Carmo
  • Penha
  • São Miguel Paulista
  • Vila Carrão
  • Vila Formosa
  • Anália Franco
  • Belém
  • Engenheiro Goulart
  • Itaim Paulista
  • José Bonifácio
  • Parque São Lucas
  • Ponte Rasa
  • Sapopemba
  • Vila Curuçá
  • Vila Matilde
  • Aricanduva
  • Cidade Patriarca
  • Ermelino Matarazzo
  • Itaquera
  • Moóca
  • Parque São Rafael
  • São Mateus
  • Tatuapé
  • Vila Esperança
  • Vila Prudente
  • São Caetano do sul
  • Diadema
  • Ribeirão Pires
  • Embu Guaçú
  • Osasco
  • Cotia
  • Caierias
  • Cajamar
  • Mairiporã
  • São Bernardo do Campo
  • Guarulhos
  • Mauá
  • Embu das Artes
  • Barueri
  • Itapevi
  • Franco da Rocha
  • Arujá
  • Santo André
  • Suzano
  • Embu
  • Itapecerica da Serra
  • Jandira
  • Santana de Parnaíba
  • Taboão da Serra
  • Alphaville
  • Bertioga
  • Cubatão
  • Iguape
  • Mongaguá
  • São Vicente
  • São Sebastião
  • Cananéia
  • Guarujá
  • Liberdade
  • Luz
  • Ilhabela
  • Riviera de São Lourenço
  • Praia Grande
  • Peruíbe
  • Caraguatatuba
  • Ilha Comprida
  • Itanhaém
  • Santos
  • Ubatuba

Veja também

Comunidade Terapêutica Litoral Sul

Como escolher o melhor centro de recuperação para drogados?

Comunidade Terapêutica Litoral Sul

Conheça o serviço de recuperação de drogados na Comunidade Terapêutica Litoral Sul

Comunidade Terapêutica Litoral Sul

Existe recuperação de drogados?