Telefone MapaComo Chegar Menu

Comunidade Terapêutica Litoral Sul

Qual o momento certo para internar seu familiar em uma clínica de reabilitação de drogados?


Qual o momento certo para internar seu familiar em uma clínica de reabilitação de drogados?

A dependência química é um fator que afeta não apenas o indivíduo usuário de drogas, mas também todos aqueles ao seu redor, como familiares e amigos. Considerada como doença, ela atrapalha a convivência com parentes e atinge emocional e psicologicamente os que só querem o bem do dependente químico.

A maioria das pessoas não sabe lidar com a dependência química e existem alguns motivos para isso. Pode estar relacionado ao primeiro caso na família ou à não aceitação de que o parente se envolveu com drogas ou bebida alcoólica.

O fato é que os mais próximos como pais, irmãos ou avós ficam sem saber como proceder e acabam por adotar a postura de ignorar a situação. Entretanto, agir desta forma é a maneira mais rápida de ajudar, ainda que involuntariamente, o indivíduo a se envolver ainda mais com os entorpecentes.

É muito importante o apoio da família em situações como esta. Ao identificar ou descobrir que o ente querido se envolveu com substâncias tóxicas, os familiares, ainda que não de imediato, devem tomar as devidas providências para fazer o parente passar por um processo de desintoxicação e reabilitação.

Qual o momento certo para internar seu familiar em uma clínica de reabilitação de drogados?

Acompanhe o dependente químico

O papel da família é deixar claro para o ente querido que eles estão juntos nessa. Todo o apoio é necessário e estar sempre alerta é uma das maneiras de dar auxílio. Contudo, não basta o familiar observar o indivíduo, se este não faz nenhum esforço para deixar as drogas de lado. Agora, se o dependente entender as condições da família e sentir realmente vontade de largar o vício, principalmente se perceber que aceitar as regras daquele que o amo o fará ganhar e não perder, é o momento certo para a família abraçar a causa.

Não obteve êxito?

Procure ajuda profissional

Antes de tudo, leve em consideração que é importante o paciente ser informado sobre o tratamento pelo qual poderá passar e, acima de tudo, mostrar vontade de iniciá-lo.

Existem três formas de internação: voluntária, involuntária e compulsória. A primeira está relacionada ao fato de o dependente aceitar que tem a doença e querer tratá-la. As outras duas relacionam-se a casos nos quais se fazem necessária a intervenção da família, de um médico e, algumas vezes, de um juiz.

Internação

Há duas maneiras de fazer isso: encaminhar o dependente químico a uma clínica de reabilitação de drogados ou ao programa Narcóticos Anônimos (N.A.). Esses lugares são especializados neste tipo de tratamento por contarem com profissionais da área da saúde. Ao ter contato com psicólogos, psiquiatras e terapeutas, o indivíduo pode se dar conta da dependência e aceitar o tratamento.

Independente de como ocorrer a internação, o fato é que o tratamento em uma clínica de reabilitação é, sem dúvida, a melhor saída para tratar essa patologia. Lá, os pacientes terão conversas com terapeutas e aprenderão a encarar as drogas como algo que realmente faz mal não só ao físico, mas ao emocional e ao psicológico.

Através de bate-papos com outros dependentes, eles perceberão que não são os únicos a passarem por esse quadro patológico e terão mais forças para sentirem vontade de dar continuidade ao tratamento.

Individualidade

Assim que passa por uma consulta com um profissional da saúde, todas as características individuais dos pacientes são observadas. Isso ocorre para o tratamento ser aplicado de modo direto. Como assim? A dependência química é uma doença e como a maioria das outras ela também afeta as pessoas de forma diferente.

Ao submeter o indivíduo a um quadro avaliativo, o psicólogo precisará entender como é o ambiente familiar, social e cultural ao qual ele está inserido. Para isso, conversas com o próprio paciente são imprescindíveis, mas a família jamais pode ficar de lado. Não há ninguém melhor do que um parente próximo, se este estiver disposto a ajudar, para explicar ao profissional como é a vida do dependente químico.

Informações sobre atividades do cotidiano, a relação com a própria família e amigos, e como ele age em relação à escola, faculdade ou trabalho, são muito importantes para compor a ideia do profissional em relação ao paciente que irá tratar.

Regiões de atendimento Comunidade Terapêutica Litoral Sul

Região Central

  • Aclimação
  • Bela Vista
  • Bom Retiro
  • Brás
  • Cambuci
  • Centro
  • Consolação
  • Higienópolis
  • Glicério
  • Liberdade
  • Luz
  • Pari
  • República
  • Santa Cecília
  • Santa Efigênia
  • Vila Buarque

Zona Norte

  • Brasilândia
  • Cachoeirinha
  • Casa Verde
  • Imirim
  • Jaçanã
  • Jardim São Paulo
  • Lauzane Paulista
  • Mandaqui
  • Santana
  • Tremembé
  • Tucuruvi
  • Vila Guilherme
  • Vila Gustavo
  • Vila Maria
  • Vila Medeiros

Zona Oeste

  • Água Branca
  • Bairro do Limão
  • Barra Funda
  • Alto da Lapa
  • Alto de Pinheiros
  • Butantã
  • Freguesia do Ó
  • Jaguaré
  • Jaraguá
  • Jardim Bonfiglioli
  • Lapa
  • Pacaembú
  • Perdizes
  • Perús
  • Pinheiros
  • Pirituba
  • Raposo Tavares
  • Rio Pequeno
  • São Domingos
  • Sumaré
  • Vila Leopoldina
  • Vila Sonia

Zona Sul

  • Aeroporto
  • Água Funda
  • Brooklin
  • Campo Belo
  • Campo Grande
  • Campo Limpo
  • Capão Redondo
  • Cidade Ademar
  • Cidade Dutra
  • Cidade Jardim
  • Grajaú
  • Ibirapuera
  • Interlagos
  • Ipiranga
  • Itaim Bibi
  • Jabaquara
  • Jardim Ângela
  • Jardim América
  • Jardim Europa
  • Jardim Paulista
  • Jardim Paulistano
  • Jardim São Luiz
  • Jardins
  • Jockey Club
  • M'Boi Mirim
  • Moema
  • Morumbi
  • Parelheiros
  • Pedreira
  • Sacomã
  • Santo Amaro
  • Saúde
  • Socorro
  • Vila Andrade
  • Vila Mariana

Zona Leste

  • Água Rasa
  • Anália Franco
  • Aricanduva
  • Artur Alvim
  • Belém
  • Cidade Patriarca
  • Cidade Tiradentes
  • Engenheiro Goulart
  • Ermelino Matarazzo
  • Guianazes
  • Itaim Paulista
  • Itaquera
  • Jardim Iguatemi
  • José Bonifácio
  • Moóca
  • Parque do Carmo
  • Parque São Lucas
  • Parque São Rafael
  • Penha
  • Ponte Rasa
  • São Mateus
  • São Miguel Paulista
  • Sapopemba
  • Tatuapé
  • Vila Carrão
  • Vila Curuçá
  • Vila Esperança
  • Vila Formosa
  • Vila Matilde
  • Vila Prudente

Grande São Paulo

  • São Caetano do sul
  • São Bernardo do Campo
  • Santo André
  • Diadema
  • Guarulhos
  • Suzano
  • Ribeirão Pires
  • Mauá
  • Embu
  • Embu Guaçú
  • Embu das Artes
  • Itapecerica da Serra
  • Osasco
  • Barueri
  • Jandira
  • Cotia
  • Itapevi
  • Santana de Parnaíba
  • Caierias
  • Franco da Rocha
  • Taboão da Serra
  • Cajamar
  • Arujá
  • Alphaville
  • Mairiporã

Litoral de São Paulo

  • Bertioga
  • Cananéia
  • Caraguatatuba
  • Cubatão
  • Guarujá
  • Ilha Comprida
  • Iguape
  • Ilhabela
  • Itanhaém
  • Mongaguá
  • Riviera de São Lourenço
  • Santos
  • São Vicente
  • Praia Grande
  • Ubatuba
  • São Sebastião
  • Peruíbe